SOBRE DEXENHOS

Acho que eu deveria ter sido psiquiatra. Por duas razões: primeira, porque não sei porque diabos atraio tanta gente louca pra perto de mim; segunda, porque me dou bem com gente louca.
Mas o fato é que tem um bando de malucos que frequentam meu atelier e ficam pedindo para que eu os ensine a desenhar.
Tentei ensinar mas nunca rolou, até que eu descobri o lance dos "dexenhos".
Se você disser pra um maluco que vai ensinar ele a "desenhar", desista, o cara não aprende nada, não consegue desenhar uma boca simplinha, uma cabeça resumida, nada de nada.
Mas se você disser pra ele que vai ensiná-lo a "dexenhar", não dá outra, o cara manda ver que é uma beleza.
E não é pra menos. Na real, dexenhar é bem mais fácil do que desenhar. Dexenhar vai direto ao assunto, ao x da questão, enquanto desenhar muitas vezes é um saco, algo cansativo e enfadonho.
As carinhas aí em baixo são do meu CURSO DE DEXENHOS DA FIGURA HUMANA.
Basta você pegar um lápis e uma folha de papel que você desenha igualzinho.
Não é uma beleza isso?