Melhor disparado.

Almocei hoje: arroz, feijão bem temperado, salada e bisteca de porco, regada com limão e sal. De quebra, cerveja preta para beber e doce de abóbora gelado de sobremesa.
Se algum brasileiro que está lá fora estiver lendo este post vai passar mal de tanta saudade.
A não ser em restaurantes milionários, a comida do dia-a-dia da gringarada não chega aos pés do nosso rango mais trivial.