Apertamentos e ocupações.

Fui um dos primeiros a falar sobre casas de áreas reduzidas no Brasil, batizando-as de "casas mínimas", e falando delas como uma das especialidades mais promissoras para os escritórios de arquitetura.
Nos grandes centros urbanos as casas mínimas, quer verticais quer horizontais, quer isoladas ou em condomínio fechado, são o futuro.
Mas o meu conceito de "casa mínima" envolve uma série de critérios de natureza técnica e científica.
Não obstante, em São Paulo já estão comercializando apartamentos de 10 a 14 metros quadrados a partir de oitenta mil reais, com o seguinte apelo: "A dor de ficar no trânsito é insuportável. Por isso, oferecemos um novo estilo de vida: morar menor é morar melhor”. Confira o resto desse papo, baixo o título: "Apertamentos e Ocupações"clicando aqui e tire suas próprias conclusões.